• Jhonathan #Relacionamento

QUERIDA MULHER, eu sei porque o seu RELACIONAMENTO AFETIVO não decola: Fator 2

Atualizado: 4 de Jan de 2019

# ATENÇÃO

Antes de iniciar preciso dizer: Não tenho a pretensão de utilizar termos rebuscados no texto e nem tampouco usar os verbos na terceira pessoa, pois, isso tende a afastar o leitor do escritor - como quero que você se beneficie o máximo possível do conteúdo, optei por um linguagem informal, mas sem prejuízo quanto ao conteúdo. Você perceberá que ela será parecida com um bate-papo entre amigos.

E mais uma coisa: sobre o FATOR 2 (é recomendável, mas não obrigatório, que se leia o FATOR 1 antes do fator 2), me permita dizer: Tenho muito respeito por você e por todas as mulheres; você é muito preciosa; é única e de uma sensibilidade incrível. Eu amo partilhar a existência com você e todas as outras mulheres.


Portanto, não posso deixar de dizer o que irei dizer, pois, acredito que este conhecimento lhe trará ótimos benefícios para seus relacionamentos afetivos.


Para tal, eu preciso ser um pouco direto e sincero, todavia, fique tranquila, sempre mantendo o respeito e a honra que você merece. Então...


Você me permite ser direto e sincero?

Ótimo. Então, vamos lá. Vamos ao que interessa!


################ FATOR 2 ################

CARÊNCIA AFETIVA ACENTUADA

Querida mulher, se você foi picada pelo "bichinho" da carência afetiva, então este texto é para você. E saiba que você não está sozinha. Se não tiver sido "picada", é bem provável que conheça uma amiga que foi, portanto, o que acha de compartilhar este texto com ela.


De qualquer forma, convido-a a ler este post, pois, ele poderá contribuir muito para você vivenciar relacionamentos afetivos mais felizes e satisfatórios.


Instagram: @Escritor_jhonathan.moreira

- Contextualizando

Nós, os humanos, precisamos de carinho e afeto, assim como precisamos de água e comida. Segundo a Sociedade Brasileiro de Inteligência Emocional (SBie, 2016), "o carinho e o afeto representam a capacidade que o ser humano tem de amar, aprovar e aceitar o outro".


O que isso significa? Receber carinho é tão importante quanto oferecê-lo. Conforme Pesquisa do Ibope, 28% dos brasileiros consideram não ter recebido carinho na vida, bem como, 21% revelaram nunca ter manifestado carinho para ninguém.


Diante do que se apresenta, temos uma possível explicação do motivo pelo qual tantas pessoas sofrem de carência afetiva. Mas, afinal, Jhonathan, O que é Carência Afetiva?



- O que é Carência Afetiva?

"A carência afetiva é caracterizada por uma dependência emocional extrema, na qual uma pessoa precisa da outra para se sentir feliz e amada. Esta condição se torna um peso para os envolvidos, uma vez que nenhum companheiro é capaz de suprir os problemas internos de uma pessoa" (Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional, 2016).



- Mulher Notável... agora é sobre você ou sua amiga

É... É esta CARÊNCIA que te “mata”; que faz sangrar a sua alma e despedaçar o seu coração e também que tornam os seus dias apáticos, sem prazer e sem sentido.

Curar as CARÊNCIAS é essencial para se alcançar relacionamentos saudáveis e satisfatórios.

Eu disse que seria sincero. Não fique brava comigo, meu objetivo é o melhor possível.


O que eu disse acima a incomodou? Fez algum sentido?


Senão, então pode parar por aqui e busque algo que tenha significado para você, pois, não acho justo que você perca seu preciso tempo... Ops! Não fique sentida comigo e nem me "xingue" (rs). Disse que seria direto e sincero, lembra?


Olá... Você ainda está aí?


Parabéns. Então você tem interesse no assunto e está disposta a fazer algo por si mesma . Isso é Bom! São pessoas como você que mudam a realidade em que vivem e colhem ótimos resultados. Você está no lugar certo! Prossigamos!


"Jhonathan, Para de enrolar e continue aí", você diz um pouco "P" da vida.


Tudo bem... Não está aqui mais quem falou. "Eim!" Eu vi você sorrindo? Hà quanto tempo não sorri? Poderia repetir mais vezes. Ops! De novo eu saindo do assunto. Voltemos...


Vou assumir que sua resposta foi um grande "sim", e sugiro que continue a leitura. Olá... Você está aqui ainda? Posso continuar? Excelente. Então...


Vamos lá! Lembre-se: Os sábios já disseram que “a verdade dói, mas ela cura e, também, que ela liberta”. “Guenta aí”... Valerá a pena! Compreendeu? Que bom! E mais: "A verdade é amarga, mas os seus frutos são doces" Uauu... Que filósofo. Queria que minha mãe lesse isso agora (rs). "Nossa, Jhonathan, Ninguém merece!"


Ok... Voltei!


A carência afetiva não é ruim e nem boa, ela é o que é. Ela é um alarme que avisa que FALTA algo... O que falta (no sentido afetivo) ou faltou para você? O que você desejava receber mais nunca recebeu?


No geral, desejamos receber afeto das pessoas de uma determinada forma e intensidade e, quando não recebemos, nos decepcionamos ou nos magoamos... A carência afetiva, normalmente, tem sua raiz na infância.


Por exemplo, a criança não recebe o que desejou receber dos pais, então tende a ficar com um "Buraco" emocional.


Advinha onde, neste caso, depois que a menina cresce e se torna uma mulher, ela ira buscar preencher este "buraco"?


Isso mesmo. Acertou em cheio:


Em suas relações afetivas. E como não consegue preenchê-lo, pula de relação em relação. E quanto mais "Pula", mais machucada fica e maior fica o buraco. E quanto mais o tempo passa, mais ela fica dependente emocionalmente dos seus parceiros e, assim, se torna mais vulnerável e manipulável.

Então... a tendência é que ela se feche; se isole e mantenha uma relação com a dor. O problema é que ao se fixar na dor não é possível viver o amor.


Portanto, Curar as carências é essencial para se alcançar relacionamentos saudáveis e satisfatórios. É importantíssimo curá-las, pois, se torna impossível respeitar e dar afeto ao parceiro, se as carências tomam conta de todo o seu ser.


Na verdade, ó mulher, você está agredindo a si mesma. Talvez, o mais sábio é fazer as pazes consigo mesma antes de entrar num relacionamento afetivo. Contudo, se já estiver, e se o que está sendo discutido aqui fizer algum sentido, faça algo por si mesma: Observe-se e trate esta carência.***


Você merece vivenciar uma relação afetiva satisfatória e feliz. Faça alguns ajustes e conquiste-a.

Nesse sentido, uma pessoa muito carente afetivamente tem a tendência de buscar num relacionamento amoroso o que deixou de receber durante toda a vida, especialmente o que não recebeu (me refiro a afeto) na infância. Isso é uma bomba relógio para a relação a dois.


Deste modo, a mulher tende a buscar no marido o afeto que não recebeu do pai e, muitas vezes, trata-o como seu pai. E isso não pode dá certo, não é? Não, não dá.


Bem.. Durante certo tempo, até dá... Todavia, com o passar do tempo, a relação fica insustentável. O parceiro não consegue mais suprir a parceira e, por consequência, aquilo que já estava ruim, tende a piorar, isto é...

a carência aumenta e juntamente com ela, a mágoa e a dor.

E, assim, os conflitos deixam de ser à exceção e passam a ser a regra da relação. E, como se sabe, quando eles são abundantes, tanto a saúde quanto felicidade do casal são escassos. Não é só isso!


Respira fundo aí! Vamos fazer um exercício de respiração para você relaxar. Calma! TÔ brincando! Voltemos...


Mulher, ó Mulher, você sabia que a carência afetiva produz a DEPENDÊNCIA AFETIVA (DA)? Pois é... é isso mesmo. E uma relação de casal onde a dependência afetiva se torna o centro, a tendência é que ela, a relação, se torne traumática. E, também, ela a impedirá de construir uma vida boa e a forçará a viver uma vida que construíram para você, não a vida que você sonhou em construir. Seria isso justo com você mesma?

[...]


Nesse contexto, a medida que a relação segue e a carência aumenta, uma vez que o parceiro não consegue suprir a parceira por muito tempo (conforme ela deseja receber e no momento em que deseja) e não ser suprido, o que antes era carência (e, depois, em DA), agora, tende a se tornar em isolamento e mágoa e, normalmente, em RECUSA em dar e a receber amor.


E ao agir assim, a mulher “morre” e, com ela, também a relação, pois, ela, a mulher, não se abre para a vida e nem para o seu relacionamento afetivo, e quem não se abre para a vida, infelizmente, a desperdiçará e fará de sua existência, um lugar sombrio e inóspito.


UFA!


“Nossa, Jhonathan, que trágico”, talvez você diga. Calma... não se assuste. Há esperança... Disse que iria ser sincero. Mas calma aí.. Não vai embora não. Vai começar a melhorar. Posso contar com você? Ótimo! Vamos dá continuidade:


Estava a dizer que há esperança. Sabe o porquê? Porque talvez você esteja diante da grande OPORTUNIDADE de sua vida AMOROSA. Eu Explico:


Se perder na carência afetiva, muitas vezes, é a melhor forma para se encontrar consigo mesma e fazer as pazes com seu "eu mais profundo", bem como encarar a realidade assim como ela é e mover-se em direção a superação - rumo a construção da vida amorosa que tanto deseja.

Não disse que iria melhorar?


Querida Mulher, você sabia que aquela ou aquele que não tem emoções saudáveis está fadada (o) a não conquistar um relacionamento a dois, sólido e feliz?


Que bom que você sabia. Mas lembre-se: só saber não basta, pois, é preciso aplicar aquilo que se sabe, caso contrário, não haverá transformações. Acredito que você esteja aplicando, não é?


Vamos Prosseguir?


Ótimo!


Então... Continuemos!


Bem... Estamos chegando no final deste Post. Se quiser ir tomar uma água ou comer alguma coisa. Vai lá que eu espero. E, assim que voltar, dê atenção total ao que está abaixo, pois, é a parte mais importante do post. Se você agregar e aplicar tal conhecimento, não tenho dúvidas que, com o passar do tempo, terá ótimos resultados.


Nossa! Já voltou! Mãos a obra!


[...]


#### COMO CURAR A CARÊNCIA AFETIVA EM TRÊS PASSOS?

Bem... Como tudo na vida ou quase tudo, há vários caminhos. Apresento um deles. Serei sucinto. Caso queira um melhor detalhamento ou aprofundar o assunto, você pode comentar logo abaixo, ou enviar um e-mail para escritor.ace@gmail.com, ou solicitar uma sessão gratuita (skype) no menu SERIVÇOS>PARA MULHERES. Continuemos.


1- TOMAR CONSCIÊNCIA

Ao se tomar consciência da carência afetiva e encará-la de frente, você ganhará forças e também obterá a oportunidade para olhar para dentro de si mesma; se perceber e avaliar a história amorosa que está construindo. Assim sendo, poderá vivenciar uma relação consciente (e não inconsciente; como ocorre, frequentemente, entre os casais).


2- ACEITAR

Depois que se tomou consciência é preciso aceitá-la. Por que? Porque se não houver aceitação não haverá ação. E sem ação não haverá transformações. Então, depois de se conscientizar e aceitar, agora, vamos ao terceiro passo - aqui que a transformação acontecerá de fato.


2- MUDANÇA DE COMPORTAMENTO

Tomar consciência é o início, entretanto, o que produzirá resultados diferentes, em seu relacionamento afetivo, será as mudanças de comportamentos.


O que isso quer dizer? O ser humano é um ser de hábitos e padrões - estes podem ser construtivos ou não e também podem ser modificados, é simples e possível, mas não é fácil. Lembre-se:


Comportamentos diferentes produzem resultados diferentes.

[...]


RESUMO DA ÓPERA

MULHER, QUERIDA MULHER, conforme discutido até aqui em nosso bate-papo, talvez seja inteligente e saudável CURAR-SE DAS CARÊNCIAS, pois essa ação cria um ambiente “ideal” para que ótimos relacionamentos floresçam.


E, também, é muito sensato NÃO BUSCAR no PARCEIRO aquilo que você só encontrará dentro de si mesma. A sua saúde mental, física e espiritual agradecem. Para concluir, peço auxílio ao autor Brunet (2016, pos.219), uma vez que, o que ele traz é pertinente para o que tratamos até aqui:

“[...] Quem não tem emoções saudáveis jamais irá ter um relacionamento a dois, sólido e feliz. Quem não governa a si mesmo não conseguirá governar um lar”.

[...]


Chegamos ao final... Diga: - Ahhhh, já acabou, Jhonathan?" Sim... Mas em breve teremos mais! Uhhuuu! (rs)


Querida mulher, Brincadeiras a parte. Nossa! Adorei nosso bate papo. Você é incrível. Me acompanhou até aqui. Muito obrigado. Espero que tenha gostado também. Em breve nos encontramos por aqui.


E, para concluir, Mulher notável, o nosso bate papo fez sentido para você? Poderia descrever? Tem alguma dúvida? Então...

Deixe seu comentário logo abaixo ou envie um e-mail para escritor.ace@gmail.com


Até Breve!


Sucesso, paz e prosepridade,

Jhonathan Moreira

#RelacionamentoéTUDO

#MulheresNotáveisSãoMaisFelizesNoAmor

#SaúdeEmocional

#BoaVida

*** Se quiser posso ajudar. Faço atendimento onlines. É só ir no menu Serviços>Para Mulheres. Preencha o formulário.

Fonte Principal: e-book “QUERIDA MULHER, EU SEI POR QUE O SEU RELACIONAMENTO AFETIVO NÃO DECOLA” (J. Moreira).


Fonte Secundária: http://www.sbie.com.br/o-que-e-carencia-afetiva-e-como-tratar/


SERVIÇOS

Psicoterapia e Redator de Conteúdo. Clique Aqui e saiba mais.

ATENDIMENTO ONLINE [NÃO É TERAPIA] IRÁ AJUDAR VOCÊ:

A olhar para as questões relacionais e emocionais com uma visão ampla e saudável e, assim, encontrar os caminhos para aprender a administrar e/ou solucionar problemas que se mostram de difícil resolução. É um atendimento que tem ajudado mulheres a se encontrarem com elas mesmas e assumirem a direção de suas vidas e, assim, se tornarem protagonistas de suas histórias. Mais Informações:Ficou com alguma dúvida ou quer marcar um atendimento? Preencha este fomulário [Clique Aqui] e entraremos em contato!Se preferir, mande uma mensagem para 27 99730.9233 [WhatsApp]Será um prazer atendê-la.Ótimos Relacionamentos e uma emoção saudável, J. Moreira

SOBRE

JHONATHAN MOREIRA GERMANO é Psicólogo, Escritor e Palestrante brasileiro. Desde 2010 tem estudado as dinâmicas e as especificidades das relações humanas. É autor do livro Investindo em Relacionamentos (2017), que já vendeu mais de cinco mil exemplares. Ministra palestras dentro e fora do estado do Espírito Santo. Moreira atua como Psicoterapeuta, com foco em ajudar seus (suas) clientes a protegerem suas emoções, administrarem seus pensamentos, bem como a construírem relações de qualidade, uma vez que quanto mais sucesso obterem nessas áreas, mais a felicidade, a saúde e o bem-estar pleno se tornarão um com eles. E, assim, num dia após o outro, construirão uma vida boa ao se tornarem autores (as) de suas histórias.

119 visualizações1 comentário
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza

 Contatos: contato@jhonathanmoreira.com.br  | +55 27 997309233

Ed. Royal Center, Av. Nossa Senhora da Penha, 565 - Santa Lúcia, Vitória-ES
© Copyright 2015-2023.  Todos os Direitos Reservados a Jhonathan Moreira.